top of page

O lado positivo das emoções negativas


Inevitavelmente a natureza humana irá sempre manifestar emoções positivas e emoções negativas. Basta observar o fluxo da vida e os ciclos da natureza para perceber os seus sinuosos movimentos.


Dificilmente estamos 100% positivos o tempo todo, 24 horas por dia, 365 dias por ano vezes as dezenas de anos que por aqui permanecemos de passagem na terra.


É preciso desfazer o mito de que a psicologia positiva só olha e considera as emoções positivas e exclui definitivamente as emoções negativas.

A psicologia positiva acolhe todas as emoções e a sua missão é não deixar ninguém cair nos extremos. Nem tudo é sempre bom, nem tudo é sempre mau, mas tudo é sempre positivo!


Sempre positivo significa que existem disponíveis recursos internos imediatos de bem-estar, que nos sustentam e nos dão o suporte adequado para lidar com aquilo que habitualmente não sabemos fazer, por desconhecimento ou por crenças.


As emoções negativas também têm um aspecto positivo, penso até que a melhor maneira de considerarmos as emoções seria trata-las por emoções confortáveis e emoções desconfortáveis para nos habituarmos a descartar as crenças associadas ao que é positivo e negativo, como algo bom ou mau, já que na vida tudo é subjetivo.


Relativamente ás emoções ditas negativas, uma vez que também têm em si aspectos positivos a considerar, é muito importante acolhê-las, reconhece-las e sinaliza-las para entender a mensagem por detrás do desconforto ou do mau-estar que provocam, é com toda a certeza uma boa maneira de aprender a lidar com elas e de as colocar a seu favor.

Também é preciso referir que este processo não passa por revisitar o passado ou os traumas, porque isso outras terapias científicas ou empíricas já o fazem e sem sucesso de cura e de recuperação definitivas. A psicologia positiva não coloca o dedo na ferida. Acolhe para tomar consciência e em seguida agir adequadamente usando os recursos internos de bem-estar.


A própria psicologia positiva também tem evoluído muito nesta nova mentalidade de olhar para o conteúdo humano sem crítica nem julgamento, usando estudos, pesquisas e observação analítica construtiva, comparando e comprovando resultados.


De nada serve colocar o foco apenas nas emoções positivas porque isso seria ignorar e negligenciar partes humanas igualmente importantes e enriquecedoras.


Um dos aspectos que a psicologia positiva constatou no acolhimento das emoções negativas é o facto de que elas existem como modo de autopreservação.


O problema está quando elas se encontram em desequilíbrio, quando começam a escalar e a assumir o controle da sua vida. Para evitar que isso aconteça é necessário trabalhar a mente sábia que é a intercepção entre a mente racional e a mente emocional. A mente sábia é o equilíbrio entre estes dois extremos.


Quando uma emoção negativa está muito intensa e á flor da pele, ela acaba por dominá-lo/a, nesse caso é necessário racionalizar um pouco para conseguir colocar todas as emoções no eixo, equilibrando-as.


Saiba mais sobre este tema e aprenda uma prática de intervenção positiva







5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page